Clássicos · Infanto-juvenil · Literatura Estrangeira · Resenhas

Os Meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár

“Tinha o espírito cheio de uma porção de pensamentos tristes que antes nunca lhe haviam ocorrido, perguntas sobre a vida e a morte, para as quais não conseguia encontrar resposta.”

Os Meninos da Rua Paulo é um livro de Ferenc Molnár, um autor  húngaro, com uma história muito bonita, divertida e emocionante! É sobre a luta dos meninos da Rua Paulo, que são integrantes da Sociedade do Betume, contra os camisas vermelhas pelo Grund, um lugar que os meninos da Rua Paulo construíram e onde realizavam o encontro do seu “exército”. Dentro do grund eles se organizam e compartilham amizades, e levam suas defesas de território a sério, como se realmente estivessem em guerra contra os camisas vermelhas. É muito bonito vê-los (ou lê-los! rs) lutando por um lugar só deles, e fortalecendo suas amizades! 

Eu o li pela primeira vez há muito tempo. O meu irmão tinha o livro e me disse que era muito legal e que eu precisava ler. Como eu nunca gostei de ler (rsrs… nunca gostei pouco), ele não precisou me pedir duas vezes! Eu li rapidinho e gostei muito! A história é muito boa e chega um momento em que dá vontade de chorar… É um dos melhores livros que eu já li e resolvi escrever sobre ele para que mais pessoas o conheçam, porque a gente não ouve ou vê muita coisa sobre ele por aí, mas é um livro ótimo!

Apesar de ser um livro infanto-juvenil, eu o considero um livro para pessoas de todas as idades, pois os meninos da Rua Paulo nos ensinam muito através de suas ações, especialmente o “soldado” Nemecsek, através de sua coragem para defender sua honra e o espaço dos amigos. É considerado um clássico juvenil e eu concordo, pois a história, apesar de ser sobre crianças húngaras lutando entre si por um terreno vazio, oferece um pouco dos sentimentos universais sobre guerra, lealdade e amizade.

Leia Os Meninos da Rua Paulo, porque você terá diversão e emoção na certa!

Curiosidade: A banda de rock Ira! compôs uma música chamada Os Meninos da Rua Paulo em referência à obra. Edgard Scandurra, integrante da banda disse, sobre o livro:

“A rua Paulo poderia ser em qualquer cidade do mundo. A história, repleta de acontecimentos que norteiam sentimentos, é exemplo para os dias de hoje. As guerras adultas continuam injustas e a Sociedade do Betume não morrerá jamais dentro de mim”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s